By Ana Bailune
"Toda a arte é completamente inútil." -  Oscar Wilde
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos






SUA CASA TEM CHEIRO DE QUÊ?


Ontem, enquanto passeávamos na rua, meu marido de repente comentou: "Estou sentindo o cheiro da nossa primeira casa. Lembra?" Tentei trazer algum cheiro à memória, e o primeiro que me veio, foi o de café na nossa primeira manhã lá. Estava frio; abri os olhos e olhei em volta, para aquelas paredes novas, o quarto bem maior do que nosso antigo quarto. Levantei-me como se estivesse em sonho, e fui fazer café. O cheiro do café espalhou-se pela casa toda, e é dele que eu me lembrei quando meu marido perguntou-me sobre o cheiro da nossa antiga casa.
 
Mas não era aquele cheiro... ele disse: "Não é assim... é um cheiro de perfume que ela costumava ter." Não consegui lembrar-me de nenhum cheiro de perfume em especial, a não ser do produto de limpeza que eu usava por lá. Talvez a cera, quem sabe, um desinfetante... cheguei à conclusão de que o cheiro do qual ele estava falando, era um que só ele sentia, talvez diferente do que o que eu sentia.
 
Toda casa tem um cheiro. Quando chego junto ao portão do vizinho e respiro fundo, sinto o cheiro da casa dele. É um misto de madeira e lareira, com um toque de alguma coisa antiga... o cheiro da minha atual casa é de pó de café, incensos variados e às vezes, um aromatizador de ambiente que uso. Mas o cheiro verdadeiro  vai além disto... é algo indescritível. É um cheiro que eu reconheceria mesmo de olhos fechados. Acho que é cheiro de lar.
 
Há alguns cheiros que ferem minhas narinas se eu os sinto ao entrar em uma casa: roupa suja, banheiro sujo, peixe, lixo, gordura velha e impregnada e cheiro de comida estragada na geladeira. Dá uma sensação de lugar descuidado. Gosto de sentir nas roupas cheiro de sabão e amaciante, e no ar, perfumes bem suaves. Certa vez comprei um aromatizador de canela e cravo que era forte demais, e acabei jogando-o fora. 
 
Aqui em casa eu uso o mesmo desinfetante há muitos anos, e ele deixa um perfume floral bem discreto nas coisas. Nos cobertores e edredons eu uso apenas sabão e amaciante, e deixo-os ao sol antes de usar se estiverem guardados há muito tempo. Certa vez borrifei meu perfume, o Nina, de Nina Ricci, na roupa de cama; não deu certo! Apesar de adorar o cheiro quando o uso em mim mesma, descobri que ele simplesmente não foi feito para perfumar as coisas em uma casa.
 
Os cheiros personalizam espaços, e é preciso ter muito cuidado ao escolher um; o mais importante, é que ele não seja forte demais, pois pode causar alergias ou até dores de cabeça, e deve ser agradável a todos que moram na casa ou que dividem o espaço. Já deixei de usar um cheiro porque uma de minhas alunas não gostava de senti-lo. Também não é aconselhável usar vários cheiros diferentes na mesma casa, pois pode causar uma confusão olfativa que, ao invés de perfumar, acaba sendo desagradável. No quarto de dormir, eu hoje não uso mais nada, a não ser o sabão e o amaciante das roupas de cama...
 
Quem tem animais que circulam dentro de casa, tem que ser mais cuidadoso ainda com os cheiros! Se eles fazem xixi no tapete, é muito difícil remover o cheiro se a gente não limpar na hora, e mesmo assim, ainda fica alguma coisa... perdi dois tapetes por causa dos meus cães, e aprendi a lição: se eles entram, antes eu enrolo e recolho os tapetes! Sem contar que os animais tem um cheiro característico, mesmo que tomem banho regularmente, sejam escovados e bem cuidados, e quem não gosta deste cheiro, deve mantê-los sempre do lado de fora da casa; quem ama animais, sabe que precisa ser muito mais cuidadoso com a higiene da casa, limpando-a muito mais vezes.
 
Quando meus cães saem, varro ou aspiro o local onde ficaram, passo um pano úmido com desinfetante e queimo um incenso. Mesmo assim, casa que tem cachorro terá cheiro de cachorro... quem mora, se acostuma e nem percebe mais, mas quem vem de fora, logo nota. Portanto, todo cuidado é pouco.
 
Além dos muitos produtos existentes no mercado para ajudar a resolver os problemas de 'cheiros desagradáveis' dentro de uma casa, há outras coisas que a gente pode fazer:
 
-Mantenha a casa arejada durante algumas horas por dia. Abra as janelas, deixe o sol entrar, coloque cobertas e edredons ao sol.
 
-Evite fumar dentro de casa. Melhor ainda: não fume jamais.
 
-Ao cozinhar alimentos de cheiro forte, faça-o com as janelas abertas, e se houver uma porta que isole a cozinha nessas horas, é melhor deixá-la fechada.
 
-É bom deixar uma tigela com vinagre nos cantinhos da casa durante algumas horas. Rodelas de limão também ajudam. 
 
-Colocar paus de canela e alguns cravos em vários recipientes, e deixá-los nos cantinhos.
 
-Espalhe pó de café molhado em uma assadeira e leve ao forno para secar; é ótimo para tirar cheiros da geladeira.

-Na rua, cuidado onde pisa! Levamos muitos cheiros desagradáveis sob a sola dos pés, e espalhamos pela casa. Acho que neste ponto, os japoneses estão certos: o ideal seria se tivéssemos, por aqui, o costume de tirar os sapatos antes de entrarmos em casa.
 
 
-Jogue o lixo fora regularmente.
 
-Inspecione a geladeira e veja se não há nenhum tipo de alimento esquecido lá no cantinho, atrás dos potes...
 
-Limpe! Faça uso do aspirador de pó, desinfetantes, aromatizantes, enfim, mãos à obra! Uma casa limpa dificilmente terá mau cheiro.


Do meu blog "A Casa e a Alma"

http://acasaeaalma.blogspot.com


 
 
Ana Bailune
Enviado por Ana Bailune em 08/06/2015


Comentários

MATURIDADE Ana Bailune R$11,55
O JARDINEIRO SONHADOR & OUTRAS CRÔNICAS Ana Bailune R$4,34
LIXO EXISTENCIAL - AMOSTRA Ana Bailune R$1,00
SEMPRE CADA VEZ MAIS LONGE Ana Bailune R$2,00
A Ilha dos Dragões Ana Bailune R$7,00
Vai Ficar Tudo Bem - ESGOTADO - Disponível na... Ana Bailune R$2,00
Site do Escritor criado por Recanto das Letras