By Ana Bailune
"Toda a arte é completamente inútil." -  Oscar Wilde
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos


Uma tarde

Caiu a tarde, aos meus pés,

Vazia dos seus sentidos:
Uma nesga azul de céu,
Um vento a assoviar
Bem junto aos meus ouvidos.
 
A tarde tentou dizer-me
Das tardes que já se foram:
O céu vermelho, cenário
A dor, o santo sudário
Daquele rosto, a doer-me.
 
Brilhou a primeira estrela,
Achei que já nem viria...
Brilhou a primeira estrela,
No céu lilás, tão sozinha,
Com o tempo a remoê-la.
 
E o pó daquela estrela
Sobre a vida derramado...
Quisera pudesse tê-la,
Quisera pudesse vê-la
A brilhar, sempre ao meu lado.
 
Caiu a tarde, aos meus pés,
Em versos e estranhas rimas...
Caiu a tarde em palavras
Querendo ser declamada
Alinhada
 sobre a linha.


Ana Bailune
Enviado por Ana Bailune em 26/04/2018
Alterado em 26/04/2018

Música: 05 Mandy - Barry manilow



Comentários

Free background from VintageMadeForYou
MATURIDADE Ana Bailune R$11,55
O JARDINEIRO SONHADOR & OUTRAS CRÔNICAS Ana Bailune R$4,34
LIXO EXISTENCIAL - AMOSTRA Ana Bailune R$1,00
SEMPRE CADA VEZ MAIS LONGE Ana Bailune R$2,00
A Ilha dos Dragões Ana Bailune R$7,00
Vai Ficar Tudo Bem - ESGOTADO - Disponível na... Ana Bailune R$2,00
Site do Escritor criado por Recanto das Letras