By Ana Bailune
"Toda a arte é completamente inútil." -  Oscar Wilde
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos


Aborrecimentos



Nessa minha vida
Não há mais espaços
E nem sequer tempo
Para tormentos voluntários.

E os involuntários
Que também são
Contratempos,
Eu deixo de lado,
Levados pelo vento.

Um gesto de mão,
Um olhar de passagem,
E eu deixo para trás,
Seguindo viagem.

A mesma paisagem,
Sob olhares diferentes,
Pode ser o céu,
Ou pode ser o inferno.

Nem todos os verões,
Ou todos os invernos
Mudarão aquilo
Que o outro sente.

A mesma paisagem,
A pele que sangra,
Num mesmo colar,
Diversas miçangas.

A mesma viagem,
Mas as estações
E as disposições
Sempre divergentes.

.

.

.


POR MAIS DIFERENTES QUE SEJAM AS VIVÊNCIAS E AS OPINIÕES, RESPEITO DEVERIA SER FUNDAMENTAL - BÁSICO.


Ana Bailune
Enviado por Ana Bailune em 08/01/2018

Música: Festive - Bernward Koch



Comentários

MATURIDADE Ana Bailune R$11,55
O JARDINEIRO SONHADOR & OUTRAS CRÔNICAS Ana Bailune R$4,34
LIXO EXISTENCIAL - AMOSTRA Ana Bailune R$1,00
SEMPRE CADA VEZ MAIS LONGE Ana Bailune R$2,00
A Ilha dos Dragões Ana Bailune R$7,00
Vai Ficar Tudo Bem - ESGOTADO - Disponível na... Ana Bailune R$2,00
Site do Escritor criado por Recanto das Letras