By Ana Bailune
"Toda a arte é completamente inútil." - Oscar Wilde
Textos
IMAGEM: MINHA



EVENTOS ALEATÓRIOS


Se você for pensar na vida de forma prática, clara e objetiva, sentirá como se a vida fosse feita de uma série de coincidências, eventos aleatórios que não tem sentido e não estão interligados: as coisas acontecem porque tem que acontecer, e não há nada que possamos fazer a respeito desta (des)ordem.

Mas se você pensar melhor – e nem basta ir longe demais: é só pensar na sua própria vida – sentirá que muitas vezes, alguma coisa a mais aconteceu: de repente, você sentiu uma inspiração, algo totalmente fora do comum e sem explicação, a fim de agir desta ou daquela forma. E este pensar o conduziu em direções inesperadas, onde as portas pareceram abrir-se magicamente, levando-o a outros caminhos interessantes. Pode ser que uma simples decisão baseada naquilo que alguns chamam de intuição o tenha livrado de algum perigo. Você decidiu não seguir por aquela rua, e mais tarde, ficou sabendo de um grave acidente que aconteceu por ali, exatamente na hora em que você iria passar por ela.

Há coisas que não se explicam. A gente simplesmente as aceita e dá graças por elas existirem. Se chamamos esses eventos de fé, de mágica da vida, coincidência ou simplesmente de sorte, não podemos negar que eles acontecem. E quanto mais os escutamos, quanto mais confiamos nessa força desconhecida que permeia a todos os seres viventes, essa fita que enlaça, prende, segura, e une cada evento da vida, mais frequentemente ela – a intuição - passa a acontecer, pelo simples fato de estarmos prestando atenção.

Preste atenção.



Ana Bailune
Enviado por Ana Bailune em 28/03/2016
Comentários
Free background from VintageMadeForYou
MATURIDADE Ana Bailune R$11,55
O JARDINEIRO SONHADOR & OUTRAS CRÔNICAS Ana Bailune R$4,34
LIXO EXISTENCIAL - AMOSTRA Ana Bailune R$1,00
SEMPRE CADA VEZ MAIS LONGE Ana Bailune R$2,00
A Ilha dos Dragões Ana Bailune R$7,00
Vai Ficar Tudo Bem - ESGOTADO - Disponível na... Ana Bailune R$2,00
Site do Escritor criado por Recanto das Letras